Como vai sua saúde mental?

Como vai sua saúde mental?

Hoje 10 de outubro é considerado Dia Internacional da Saúde Mental.

Numa época em que ansiedade, depressão e síndrome do pânico estão acometendo um número cada vez maior de pessoas, de qualquer idade ou condição social, uma atenção especial deve ser dada a essa área da nossa vida.

O hábito de fazer check up médico anual para detectar e prevenir doenças do corpo é bastante comum de se ver, mas dificilmente encontramos alguém falando que está fazendo uma avaliação de suas condições mentais, no intuito de identificar e prevenir transtornos psíquicos.

Há bastante preconceito envolvendo esse assunto. Para muitos, procurar ajuda psicológica ou psiquiátrica é motivo de vergonha, pois demonstra fraqueza e falta de inteligência.

Este pensamento discriminatório colabora para que as pessoas não procurem ajuda a tempo de evitar que os sofrimentos emocionais se transformem em transtornos mentais como a depressão por exemplo.

Acredito que cada um de nós pode vigiar a saúde da mente em 3 níveis:

Primeiramente, deve-se ficar atento para detectar quando a alegria e o interesse pelos prazeres comuns da vida diminuem sem uma causa aparente ou quando há uma causa, mas o sofrimento demora demais a passar.

Constatando isso, tentar compreender e aceitar o que acontece, no intuito de transformar a angústia em aprendizado, por meio da meditação, oração ou conversa com amigos ou familiares.

Se o incômodo persistir, procurar ajuda profissional o mais breve possível.

Não adianta ir contra a natureza humana. Somos seres sociáveis precisamos da ajuda uns dos outros. E, ao contrário do que muitos podem pensar, dar e receber auxílio nos une e nos fortalece.

O autoconhecimento e a autoaceitação são o melhor caminho para ter uma boa saúde mental. Ações como ler, conversar com pessoas maduras emocionalmente, fazer terapia, passar por processo de Coaching, auxiliam muito nesse movimento de se conhecer e se aceitar.

A saúde do corpo e a saúde da mente devem caminhar juntas. Não se contente com pouco. Empenhe-se para ter vida em abundância. Você merece.

Você também pode gostar

Deixe um comentário