“Imitar” pessoa de excelência pode te ajudar a se tornar uma

“Imitar” pessoa de excelência pode te ajudar a se tornar uma

Relatos da vida de John Lennon contam que ele era fascinado pela voz e pelas melodias de Elvis Presley, chegando a dizer que de tanto imitar Elvis Presley se tornou John Lennon.

No caminho para nos tornar melhores em algo, várias habilidades serão desenvolvidas e algumas técnicas, ferramentas, conselhos irão nos instruir e nos guiar.

Uma das dicas que, no passado não me causou nenhum impacto, mas que hoje faz muito sentido para mim (o que quer dizer que talvez não ajude você hoje, mas que pode ajudar no futuro) é “agir como se fosse”.

Ao contrário do que parece, isso não se assemelha à perda da identidade. Trata-se de um recurso que auxilia o processo de aprendizagem.

Não significa agir com falsidade, porque assim não funciona. É mais profundo que isso.

Paralelamente ao processo de desenvolvimento de novas habilidades para se alcançar um nível de excelência, esse recurso de ‘sentir que já é’ tem muita utilidade, pois sintoniza nossas atitudes com o resultado almejado.

Estou falando de imitar alguém que você admira muito naquilo que quer ser bom, como um excelente líder, palestrante, professor; ou alguém persuasivo, autoconfiante, capaz ou assertivo.

Pode parecer contraditório dizer isso, mas no processo de copiar as ações, o jeito da outra pessoa, inevitavelmente, vou criar o meu jeito de fazer isso.

O que ocorre é que, na hora de tentar copiar a pessoa admirada a gente  “sente” como se fosse e é aí que está o poder.

Pense em alguém que é ótimo naquilo que você está trabalhando para ser ótimo. Aja como se fosse essa pessoa até que, neste processo de imita-la, você desenvolverá sua própria marca.

Imitando alguém que é muito bom naquilo que queremos adquirir maestria, fazemos florescer nossas características singulares.

Agir como se já fosse, agir com postura de poder. Não o poder sobre o que está fora (outras pessoas e situações), mas com postura de poder pessoal.

Henry Ford, fundador da companhia Ford disse: “se você acha que pode ou se você acha que não pode de qualquer jeito você está certo”.

Portanto, trabalhe em direção, finja e ‘sinta que é’ até tornar-se.

Você também pode gostar

Deixe um comentário