Parei um pouco para me ouvir e mudei meu dia

Parei um pouco para me ouvir e mudei meu dia

Ontem, eu estava fisicamente fatigada porque me exercitei muito e dormi pouco; com a mente cansada por ter estudado e trabalhado; além de ter lidado com questões emocionais.

Ao sair do computador, na metade do longo dia, me olhei no espelho e vi olhos quase vermelhos, com pálpebras caídas, bocejava muito, ou seja, exaustão.

Minha reação habitual numa situação dessas era manter ou piorar este estado com pensamentos do tipo: não queria estar assim, queria tanto ser mais forte, eu precisava desmarcar todos os compromissos de hoje etc.

Mas, fiz diferente. Parei tudo, sentei, fechei os olhos, respirei fundo várias vezes e me perguntei: do que você precisa? O que eu posso fazer por você?

As respostas que vieram foram: dê mais energia ao seu corpo ingerindo os alimentos certos que você já sabe quais são e trate-se com carinho, repetindo para si mesma que qualquer coisa que aconteça, está tudo bem. Senti logo de início que isto me liberou da carga emocional de querer estar sempre perfeita e bem.

Resultado: após seguir as orientações do meu eu interior, minhas forças foram se restabelecendo, permitindo que eu cumprisse todas as demais tarefas do meu dia, com louvor e energia. Quase não acreditei.

Tudo indica que consegui exercitar presença e, automaticamente, o que era tóxico foi se dissipando aos poucos. Ficou “eu”. Um eu sem interferências negativas.

Foi uma reviravolta emocional ocorrida apenas com a mudança de foco. Voltei minha atenção para dentro, ouvi e atendi minhas reais necessidades.

Eu estava desperdiçando energia valiosa com pensamentos e sentimentos improdutivos e, ao redirecionar essa energia para o que realmente importava, fui capaz de fazer tudo o que precisava, sem sofrimento.

Espero conseguir tornar isso um hábito.

Você também pode gostar

Deixe um comentário